segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Fiquei doente... E agora???

E aê cambada!!! Comé que tão?

Estive um pouco sumido, mas é porque estava de férias do trampo, então fui viajar e descansar um pouco, e também, quando voltei a trabalhar, o que tinha acumulado caiu no meu colo de uma só vez... hehehehe! Então, agora que a poeira tá baixando!!!

Mas vamos ao que interessa: um novo post!


Nós que moramos sozinhos, antigamente tínhamos o amparo da família quando ficávamos doente (não que não tenhamos mais - mas agora não tá tão próximo e à mão). Agora, de certa forma, temos de nos virar...

Sempre quando fico doente, ou tô sentindo alguma coisa, antes de marcar um médico, eu consulto o Dr. Google! Entro lá, digito o que tô sentindo e já era! Tenho as respostas do que possivelmente é e os remédios que saram...rs! Tá errado isso? Tá e não tá!

Não tá, porque não custa nada pesquisar e saber o que pode ser... e tá, porque certamente você vai se auto-medicar (usa hífen nisso? Ainda não me atualizei totalmente na nova regra da lingua portuguesa...rs). Mas pensa bem, as vezes você pode ter alguma coisa, tarde da noite e a única coisa que você vai encontrar aberta é uma farmácia. Eu desisti de ir em pronto-socorro... das vezes que fui, foi mesma coisa que nada. Então larguei mão.

Aposto que todo mundo tem seu estoquezinho básico de remédios em casa: aspirina, antiácido, hepático, pastilhas, pomadas, xaropes e claro, engov! rs

Mas uma coisa é chegar em casa passando mal de tanta manguaça e outra é ficar doente de verdade!!! hehehehe...

Quando você chega mamado em casa, você já sabe o que fazer (mesmo estando mamado). Funciona como uma espécie de instinto do ser humano. No outro dia você acorda, sem lembrar de nada, mas acabou fazendo (quase) tudo certo: gorfou dentro da privada, tomou os remédios para amenizar o sofrimento e caiu na cama.

Mas agora, se você fica com febre, por exemplo... Não tem ninguém pra cuidar de você, fazer sopinha, levar água e outras mordomias (frescuras) que você tinha quando morava com os pais... aí você vai e toma seu remédio pra danada da febre e nada... aí já começa a preocupação... espera mais um pouco e toma de novo, ou toma outro e nada também... e agora? Agora fudeu!!! rs

Mas é isso aê pessoal... vamo que vamo, sempre seguindo aquele lema: "se não tá doendo é porquê tá bom!!!" hahahaha!

Deixem comentários sobre o que vocês costumam fazer nestes momentos e também relatando fatos pelos quais já passaram!

Abraços e bom 2010 pra todos nós!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Vantagens e Desvantagens!

Todo mundo, quando vai morar sozinho, logo já pensa: "finalmente poderei cagar de porta aberta!". Mas nem só de dor de barriga vivemos. Existem muitas outras coisas que podem ser legais para uma pessoas que está morando sozinha. Vou tentar citar algumas (pela própria experiência que estou tendo), e por favor, complementem e/ou acrescentem nos comentários!

E lá vamos nós!!!

VANTAGENS:

1.
A mais famosa de todas e já citada no texto acima: cagar de porta aberta;
2. Auto-crescimento. Diante de tantas dificuldades e responsabilidades, você crescerá como ser humano;
3. Liberadade. Você poderá andar pelado(a) ou de roupas íntimas pelas casa a hora que quiser. Sair e voltar a hora que quiser;
4. Festas! Você poderá fazer festas estilo "American Pie" quando quiser, reunir amigos pra jogatinas e bebedeiras;
5. Geladeira. Não importa se sua geladeira está abarrotada de cerveja e quase nada de comida. Ninguém vai reclamar e as visitas ainda vão te elogiar;
6. Preguiça. Pra que levantar de manhã e arrumar a cama se você vai trabalhar o dia todo e só voltará pra casa perto do horário de dormir de novo?
7. Convidar a pessoa pra dormir na sua casa e economizar a $$$ do motel;

DESVANTAGENS:

1.
Contas!!! A mamata acabou! Agora você terá mais contas a pagar!
2. Solidão. Ás vezes pode bater aquela sensação de sozinho(a);
3. Arrumação. Se não tem $$$ pra empregada, danou-se! Vai ter que cozinhar, lavar, passar, fazer faxina e por aí vai;
4. Fim da mordomia. Lembra quando você gritava "Mãe, pega tal coisa pra mim!"? Então... esquece!
5. Alimentação. Certamente sua alimentação será só de porcarias, enlatados, congelados e cia;
6. Vícios. Pela liberdade, pode ser que você passe a beber e fumar mais (se já o fazia);
7. Doente. Ficou doente já era. Ninguém vai cuidar de você, fazer sopinha ou dar remédios na boca...
8. Gestão. É você que terá de levar o lixo pra fora, repor o papel higiênico, comida, bebidas, etc;
9. Festas! É... tem o lado ruim tb... no dia seguinte a bagunça sobrou pra você (vide item 3);


Tá bom! Agora você me diz: "Ué, mas tem mais desvantagens que vantagens?". E eu vos respondo, jovem tolo(a): Não me preocupei com quantidade de itens, mas sim com descrições de cenas que vinham à minha cabeça. E digo com toda sinceridade... as desvantagens a gente tira de letra apesar de algumas dificuldades, mas as vantagens compensam o ato de ir morar sozinho!!!


É isso aê!
Comentem, critiquem, opinem, acrescentem, dêem um oi... façam alguma coisa!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Recepedia

Boa tarde!!!
Nessas manias de wikipedia, orkut e afins, descobri na net um site bem bacana e útil pra nós que moramos sozinhos e sempre ficamos cansados de comer a mesma coisa! Trata-se do Recepedia! É o orkut das receitas!!! rs

O site é bem legal porque reúne uma quantidade bem grande de receitas, dos tipos mais variados. Contém fotos, vídeos, as receitas são bem detalhadas e explicadas.

Lá você também pode criar seu perfil, enviar receitas, comentar as dos outros, votar, ver atualizações e participar dos chamados Clubs, que funcionam como as comunidades do Orkut.
Bom, fica aí a dica pra quem quiser se arriscar e depois comentem aê dizendo se fizeram alguma coisa, se deu certo... enfim, como foi!!!

http://www.recepedia.com

Abraços à todos!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Donuts!

E ae pessoas...

Bom, a receita a seguir eu ainda não tentei fazer, mas como fã de Homer Simpson e pela foto que parece que "o trem fica realmente bão demais da conta" (como diz o povo de Minas...ô lugar bom!), resolvi postá-la!

Receita de Donuts

Tempo: 1h (+25 min de descanso - pro donuts e não pra vc!)
Rendimento: 20 unidades (já dá pra reunir um povo)
Dificuldade: Fácil (e vc acha que vou postar algo diferente disso?)

Ingredientes
30g de fermento biológico fresco
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite morno
4 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
5 colheres (sopa) de manteiga
3 ovos
1/2 colher (chá) de sal
Óleo para fritar

Cobertura
300g de chocolate meio amargo derretido ou açúcar de confeiteiro

Modo de Preparo
Em uma tigela, misture o fermento, o açúcar, 1/4 xícara (chá) do leite e uma xícara (chá) de farinha, formando uma massa bem mole. Deixe crescer por 15 minutos e junte a manteiga, o restante do leite, os ovos e o sal. Misture bem, acrescentando a farinha restante até o ponto de enrolar. Sove a massa, faça bolinhas e deixe descansar por 10 minutos. Achate levemente as bolinhas e fure o centro com um cortador pequeno. Frite em óleo quente, escorra em papel-toalha e cubra com chocolate derretido ou polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Colaboradores
Culinarista: Isaura Ubaldini
Foto: Stela Handa

Fonte: http://guiadereceitas.uol.com.br/receitas/1975-Receita-de-Donuts

Quando alguém tomar gosto -e coragem- e fizer, por favor, comentem aqui o resultado!!!

E vamo que vamo!!!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Café da manhã!?

Bom dia!

Estou aqui para falar sobre um assunto que todos nós, que moramos sozinhos, devemos pensar a respeito: o café da manhã!

Quem mora sozinho, geralmente trabalha e fatalmente acorda atrasado todos os dias e aí vem a pergunta: tomar ou não o café da manhã?


Já vi várias reportagens dizendo que o café da manhã é a refeição mais importante do dia... é ela que vai nos dar energia pro tranco do dia e tal... e se isso for verdade, to lascado!

Sempre pensamos nesse tal "café da manhã", mas muitas vezes não temos tempo pra ele. Toda vez que vou fazer compras no supermercado, compro coisas para o tal "café da manhã" e geralmente essas coisas estragam ou como em outro horário do dia.

Não sei se sou a pessoa mais indicada pra sugerir coisas fáceis e rápidas para o café da manhã dos atrasadinhos, pois eu mesmo nunca tomo. Se tomo uma vez por semana é muito! Nunca dá tempo!!! Então às vezes levo bolacha pro trabalho só pra não castigar o estômago até a hora do almoço.

Então vamos lá! O que podemos comer no café da manhã pra agilizar nossa vida e não pular essa "importante" refeição?

Para comer:

.Bolacha: Fácil e rápido. Abriu o pacote, comeu umas 5 já tá bom;

.Pão com alguma coisa: já dá mais trabalho porque você terá de partir o pão, colocar alguma coisa dentro e depois limpar as migalhas que você deixou cair no chão. Essa alguma coisa pode ser: presunto, queijo, requeijão, manteiga, mortadela, etc. E certamente os pães são de outro dia, pois ir na padaria comprar pão não dá tempo;

.Pão tostado: mais trabalhoso ainda, pois além de seguir o passo anterior, ainda terá de esperar o pão tostar na torradeira;

.Bolo: Os prontos. Ou você é prendado a ponto de fazer o próprio bolo do café da manhã? Muito tempo perdido;

.Fruta: Se for das que você come com casca e tudo beleza... se tiver que descascar ou tirar sementes, esquece... muito trabalho;

.Danone: Fácil e prático também. Abriu a embalagem tá pronto... Mas vai sobrar a colher pra lavar;

.Cereal: Bons e geralmente a embalagem vem informando que ali tem um monte de nutrientes e vitaminas. Você só precisa lavar o recipiente e colher depois;

.Coisas amanhecidas: Uma pizza, salgadinhos e afins geralmente são melhores no dia seguinte.

Para beber:

.Café: O basicão! Porém, o tempo que se perde passando café é precioso. Se quiser realmente tomar, passe no dia anterior e só esquente na manhã seguinte;

.Achocolatado: Gostoso e nutritivo. Geralmente um copão desses e você nem precisa comer nada pra acompanhar;

.Chá: Nem pense. Baguio ruim do inferno! rs

.Refrigerante: Não é muito agradável tomar isso logo de manhã;

.Suco: De caixinha claro! Quem é que vai acordar e espremer laranja por exemplo?

.Vitamina: Duvido que você vá acordar e ainda encarar um liquidificador;

.Iogurte: Excelente opção! Não precisa de copo e nada pra acompanhar.

Tirando o iogurte, nos casos acima, você não escapará do copo pra lavar. A não ser, também, o suco de caixinha que você pode tomar direto no bico, se quiser!!! rs

Conclusão: Se está sem tempo e sem paciência pra café da manhã, encha sua geladeira de iogurtes ou acorde mais cedo e vá tomar na padaria!!!

E vocês? Como se viram com o café da manhã???
Abraços e vamo que vamo!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Como pegar no sono?

Quando vamos morar sozinho, acho que uma das coisas que logo pensamos é: "Enfim, paz pra dormir!".

Hum... realmente a paz dentro de casa existe, pois lá só tem você (desconsiderando animais de estimação), mas muitas vezes a pessoa pena pra pegar no sono quando se deita... Meu caso por exemplo! Não consigo fechar os olhos antes da 1h da manhã. Posso deitar as 22h que vou ficar rolando na cama por horas...


Este post então, é pra enumerar algumas coisas que tento (tentei ou ainda tentarei) pra pegar no sono e claro, contar com a ajuda de vocês com dicas pra tal finalidade.

1. Deitar com tudo apagado e desligado, ou seja, no silêncio total... Em casa funciona as vezes, pois mesmo eu morando em apartamento, do outro lado da rua, numa casa, a mulher tem um poodle insuportável que insiste em latir de madrugada. Meus amigos me deram a dica de acender um rojão e mirar na varanda da mulher onde está o cachorro. Disseram que é tiro e queda, que já testaram e funciona realmente. O máximo que pode acontecer é uma indisposição com o vizinho (se ele descobrir que foi você), mas o cachorro nunca mais latirá... nem mesmo em outros momentos...(cruel... mas eu ri quando contaram... rs).

2. Deitar com TV ligada acho que é o costume da maioria das pessoas... Mas isso é pra mim é sinônimo de ficar acordado... pois sempre fico prestando atenção no que tá passando, e geralmente quando deito é hora de Simpsons, então... melhor desligar a TV. Me disseram que assistir algo legendado pra dormir é bom, pq o processo de leitura te cansa e faz você dormir... Será? Não me lembro se já aconteceu comigo...

3. Tomar leite morno ou chá antes de deitar não me agrada muito, por isso nunca testei. Primeiro que detesto chá, e segundo tenho preguiça de esquentar o leite, mesmo no microondas...rs! Alguém faz isso? Funciona? Se sim, me fala (do leite claro, chá tô fora! rs)

4. Já que falamos em beber, sempre quando bebo na noite, geralmente caio na cama e durmo fácil... hehehee. Porém, já li a respeito e dizem que a bebida alcoolica realmente pode induzir o sono, porém num sono sem qualidade (haja ressaca no dia seguinte).

5. Tomar remédio pra dormir? Nem pensar! Se um dia eu chegar nesse ponto, acho que tô lascado...

6. Contar carneirinhos? Nunca fiz e nunca farei.

7. Ler um livro... Não, obrigado! Não sou adepto.

8. Relaxamento, meditação e afins dizem ser bom... mas é difícil. Li uma vez na internet uns truques para você fazer ao deitar para conseguir relaxar e domir melhor. Mas exige muita concentração e digamos "saco". Não sei vocês, mas quando deito, começo a pensar em milhões de coisas ao mesmo tempo (acho que isso que atrapalha eu dormir), o que me impede totalmente de concentrar em algo... então, esse Ioga Sonífero não é comigo...

9. Música! Aí sim! É o que tem me ajudado a pegar no sono... Deito e coloco uns bons e velhos clássicos do rock n roll pra ouvir e já era! Música é bom pq você não fica necessariamente prestando atenção nela, apenas a ouve. E de certa forma, ela acaba amenizando os outros ruídos externos - cachorros chatos por exemplo - e te acalma.

Domir é bom, acordar é o chato... ainda mais quando tem-se catalepsia projetiva.

É... acho que tô meio podre, ou problemático mesmo! rs

Bom pessoal... comentem aê e se possível, deixem suas experiências e dicas!!!

Durmam bem e bom sonhos! hehehehe

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Vai beber o quê?

E aí gente! Tudo na paz???

Bom, como hoje estou completando 20 dias bebendo todos os dias (rs), nada melhor que um post que fale de: bebidas!!! Claro!

To
do mundo que mora sozinho, deve ter em sua casa uma variedade e quantidade de bebidas, tanto para consumo próprio, como também para as visitas. Estou falando de bebidas alcoolicas, lógico. Ninguém convida uma pessoa pra ir na sua casa tomar um chá ou um suco, por exemplo!

O basicão creio que todo mundo tenha: cerveja!!! É a bebida que agrada à 99% da população que frequenta sua casa. Apesar de básica, cuidado porque existe muita cerveja ruim no mercado. A cerveja é aquela companheira para todos momentos, seja praquela reunião com os amigos ou pra quando você chega cansado(a) do trabalho. Aproveitando desta situação, comprei a geladeira Club da Brastemp, a qual tem um dispenser de latas... ou seja, chego em casa, dou uma apertada na porta e a geladeira me dá uma cerveja na mão... sem precisar abri-la! LINDA!!!

Passando pra algo mais sofisticado, sempre devemos ter em casa, whiskeys (geralmente para os homens) e vinhos (geralmente para as mulheres). São bebidas que as pessoas preferem tomar quando tá um dia mais frio, ou porque, simplesmente gostam mesmo. Mesma coisa que disse da cerveja, vale aqui: não me vá comprar bebidas "meia-boca", a não ser que você queira que uma determinada visita, nunca mais apareça! Já vi em supermercados, um whiskey que custa R$6,90 a garrafa!!! Eu disse R$6,90!!! Como pode? Imagina tomar um treco desse!? A não ser que você ainda tá em plena juventude, encarando os famosos "bexigões", aí sim... Um bom whiskey deve ser tomado puro. Eu sigo a seguinte regra: se for um whiskey 8 anos, costumo tomar com umas 3 pedrinhas de gelo, de preferência gelo de água de coco. Se for um 12 anos (ou mais), um Tenessee ou Bourbon aí têm de ser cowboyzão mesmo!!! Ou toma tranquilamente uma dose, ou serve em copo shot (aqueles copinhos de tequila) e manda brasa!!!

Em relação à vinhos, compro apenas para as visitas, pois não os bebo desde 2.000, quando tive problemas epáticos por causa dele... mas isso é assunto pra um outro post!
Sempre deixo em casa, Lambruscos, Casilleros e os famosos Faroni Lopes, e nunca ninguém reclamou! rs

Se for uma reuniãozinha mais agitada em sua casa, aí o esquema é partir para os drinks (que geralmente são intercalados com cervejas). Aí vai da imaginação de cada um: caipirinhas, batidas, misturebas e etc. Caipirinha todo mundo sabe fazer, então vou deixar uma receitinha rápida aqui de uma bebida que vai agitar a festinha (depois não me culpe pelos prejuízos...hahaha). A bebida eu chamo de Homer Flamejante (lembrando um episódio dos Simpsons).

[ II
] Pausa no post para a receita do Homer Flamejante:


Vamos lá: Coloque em banho-maria uma garrafa de conhaque. Num copinho shot coloque um dedinho de pipper (aquela bebida verde mentolada que tem gosto de Cepacol). Pegue o conhaque (já morno) e complete o copinho. Coloque fogo sobre a bebida com um isqueiro. Nesse momento uma chama azulada irá surgir. Tape o copo com a mão... isso mesmo... tape o copo com uma das mãos de forma que o copo "grude" na palma. Pode ir tranquilo que esse fogo não te queimará. Chacoalhe a bebida, vire de uma vez e volte a tampar o copo imediatamente. Engula a bebida que tá na sua boca, destampe uma beirada do copo e sugue com a boca o vapor que está dentro dele.

A sensação que você sentirá nesse momento não será muito agradável, mas se você conseguiu passar ileso(a) por essa etapa, você está preparado(a) para a festa!!! hehehehehe.

[ > ] Play no post...


Tenho outras bebidas que faço, como por exemplo: Homer Ice, Homerula... mas estas, serão publicadas futuramente.

E acho que como todo bom boêmio tem lá suas preferências, deixo aqui as minhas para finalizar:

Cervejas:
Heineken, Erdinger, Skol;
Whiskey: JW Red Label, JW Black Label, Jameson, Jack Daniel's;
Bourbon: Jim Beam, Jim Beam Black;
Vinho: Não posso!

Claro, como eu disse, são apenas preferências... Existem outras coisas que bebo também. Aliás, já tive até época de tomar alcool Zulu... mas... isto também é assunto pra um próximo post! rs

E aí na sua casa? Como rola a bebedeira???

Abraços à todos e SAÚDE!

Beba com moderação... ou não!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Variedade na comida

E aê pessoal! Tudo certo?

Bom, já faz um bom tempinho que eu não postava, mas cá estou novamente!

Nestes últimos tempos, a preguiça tem tomado conta de mim. Deve ser por causa desse tempo chuvoso e frio... E como eu já tenho uma preguiça gigante na hora de preparar alguma coisa pra comer, conforme já tinha dito num post anterior, agora então...

É nesta hora que entra em cena as comidas fáceis. E é aqui que gostaria da colaboração de vocês, pois não aguento mais comer miojo!!!

Preciso de dicas de comidas fáceis e baratas... aquelas que não dão trabalho pra fazer, comer e depois lavar louça.
Acho que o alimento mais fácil de ser preparado são aquelas sopas instantâneas: Coloca uma caneca com água por 1 minuto e meio no microondas, despeja o saquinho da sopa dentro e já era. Tá pronto e você sujou apenas uma caneca e uma colher! Tá, mas e a sustância do negócio? Vou morrer de fome a noite inteira só com isso! Claro... uma dieta de vez em quando pode até ser uma boa... mas não agora! Kuá!

Existem várias opções congeladas por aí que também são uma mão na roda... as lasanhas por exemplo: 12 minutinhos no microondas e voilà! Você come direto na embalagem e suja apenas um garfo! Mas... essas coisas não são tão baratas pra se comer todos os dias... e imagina também comer lasanha direto... certeza virar uma bola.

Então eu apelo pro miojo. Já comprei acho que de todas as marcas, sabores, tipos, etc... Já comi cru, feito com bastante água, com pouca água... Já misturei altas coisas pra dar uma incrementada: molho de tomate, requeijão, manteiga, salsicha, sardinha, atum... Mas é cruel comer todo santo dia!!!

Não tem como negar que o bom e velho miojo é uma mão na roda: 3 minutos na água fervente, escorre a água, joga o pózinho mágico e tá pronto... como direto na panela pra não sujar prato... hahahaha!

Mas, preciso da ajuda de vocês... ou melhor: sugestões!

O que comer a noite, depois que você chega em casa cansado do trabalho. Como eu havia dito: coisas fáceis, baratas e que não suje muita louça... hehehehe!

Por favor, comentem! rs

Grato.... e vamo que vamo!

terça-feira, 28 de julho de 2009

Festas em casa

Buenas!

Depois de fazer algumas (várias) reuniões (festinhas) em casa, cheguei num consenso de como proceder (ou não proceder). Com esta experiência, deixo aqui pra vocês alguns relatos e dicas para quando forem convidar pessoas pra sua casa:

Convidados: Avalie o espaço físico e a quantidade de pessoas que irá convidar. Eu moro em apartamento, então não consigo chamar todos os amigos de uma vez... Mas geralmente isso não funciona, porque quando vi, já chamei quase todo mundo. Então o máximo que faço, e peço pros homens, é que deixem os assentos pra mulherada... Homarada senta no chão mesmo!

Comes: Bom, ou fazemos beliscos (também conhecidos como petiscos) ou algo em comum. Se for beliscos, beleza! Peça pra cada convidado levar um. Pode ser amendoim, azeitona, picles, salgadinhos de saquinho, salame, queijos e por aí vai... Se for algo em comum, geralmente cada dois leva uma parte... ou seja: se for churrasquinho (no grill claro, pois moro em apê, lembra?) cada dois leva 1kg de carne, ou linguiça e assim vai... se for pizza (pra ser cortada como petisco), mesma coisa: cada dois leva uma e assim sempre dá!

Bebes: Taí a coisa mais fácil de uma reunião (festinha): as bebidas!!! Cada um leva o que for beber e já era! E deixe bem claro que o que levarem, será exatamente o que vão beber. Pois sempre tem gente que leva Kaiser e toma Skol. Claro que outros tipos de bebidas são compartilhadas entre os convidados, como whisky, vodka, bourbons, vinhos, etc. Nestas festinhas, geralmente sua geladeira ganha umas cervejinhas a mais, e aí você faz a festa nos outros dias!

Som ambiente: Neste quesito podemos ter dois vencedores: o dono da casa que vai querer ouvir o que gosta, ou a maioria que vai ficar cornetando qualquer coisa que você coloque e eles não gostam. Portanto, é mais fácil ouvir o que a maioria gosta ou quer no momento. Como a grande maioria dos meus amigos gosta do mesmo tipo que som que eu (Rock n Roll), não tenho esse tipo de problema em casa. rs

Limpeza no dia seguinte: Quando a casa é grande, e a galera percebe que você vai ter um trampo desg**çado pra limpar no outro dia, geralmente estes fazem vaquinha pra você pagar uma empregada no outro dia... Mas se você mora em apê, esquece! Sempre tem uma mina ou outra que até lava um copo pra disfarçar e se sentir com a consciências tranquila, mas o grosso vai sobrar pra você. Mas isso não é problema algum, pois quando você for na casa de alguém, certamente fará a mesma coisa!!!

É isso aê... o importante é reunir os amigos, as pessoas que nos fazem bem e sempre ter o álcool no meio pra animar a ocasião!

Vamo que vamo festejar!

P.S: Se alguém for fazer uma festinha, me convide!!!

terça-feira, 21 de julho de 2009

Crostini de Muzzarela e Tomate

Bom... pra quem gosta de um bom petisco pra acompanhar a bebedeira, resolvi postar essa receita, pois além de muito fácil (essencial para nós, leigos no fogão) é muito show!

Aprendi com um amigo que tem um bar aqui na cidade chamado Blues Brazil. A cozinha do bar é excelente e sempre que posso (e lembro, pois geralmente fico meio beudo lá) eu pergunto pra ele sobre as receitas.

Lá vai:
INGREDIENTES:
- 2 tomates médios, sem pele e semente, descascado;
- 4 colheres (sopa) de óleo;
- 2 colheres (sopa) de cebolinha verde picada;
- 1/2 xícara de creme de leite;
- 15 fatias de pão italiano (no tamanho de torradas);
- 15 fatias de muzzarela;
- 15 folhas de manjericão.

MODO DE PREPARO:
Frite a cebolinha verde no óleo, por 5 minutos;
Junte os tomates e cozinhe mais uns 5 minutos;
Junte o creme de leite ou leite e deixe levantar fervura;
Abaixe o fogo e cozinhe até que engrosse um pouco;
Aqueça o forno (200º);
Coloque as fatias de pão numa assadeira e asse-as por 5 minutos;
Abaixe a temperatura do forno para média (180º);
Coloque uma fatia de muzzarela sobre cada torrada e cubra com um pouco da mistura de tomate;
Asse por mais 10 minutos;
Enfeite cada crostini com uma folha de manjericão e sirva imediatamente.

Lá no Blues, às vezes a receita é incrementada colocando-se uma fatia de aliche em cima de cada crostini. Fica a dica!


Abraços à todos e vamos beber!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Gaste menos no supermercado

Quem se organiza antes de fazer compras pode economizar até 15% sem deixar de adquirir o que deseja.


Os supermercados se transformaram em locais onde é possível viver intensas experiências sensoriais, além de comprar os produtos que você precisa. Com tantos estímulos para aumentar o consumo, é importante que você se organize e saiba direcionar suas compras. Principalmente por que o supermercado compromete boa parte do orçamento mensal. Em 2008, de acordo com a LatinPanel, empresa que acompanha a evolução de alguns setores, os alimentos e as bebidas representaram 21% dos gastos das famílias brasileiras. “Na hora de fazer uma compra, o consumidor precisa ser racional, analisar a qualidade dos produtos e gastar com coerência”, diz Luiz Jurandir Simões, consultor da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi). A gerente de marketing Ana Cíntia Diosti, de 34 anos, que trabalha numa empresa especializada em empreendimentos sustentáveis, é casada há quase dois anos com o empresário Fábio Kuchkarian, de 37 anos. O casal gastava em média 100 reis por semana nas despesas com o supermercado. Ana e Fábio não cozinhavam em casa, por isso consumiam muita comida congelada, pães e frios. “Não comprávamos alimentos básicos, como arroz e feijão, fazíamos as refeições em restaurantes.”O casal também não costumava comparar a diferença de preços entre as diversas marcas. Mas ao perceber que os gastos com o supermercado só aumentavam, os dois decidiram mudar os hábitos de consumo. “Começamos a programar as compras e comparar marcas, optar por produtos que têm a mesma qualidade, mas preço inferior”, diz Ana. O casal passou a comprar produtos básicos em supermercados maiores, itens importados em locais específicos e frutas, verduras e legumes na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). “Estamos reduzindo a ida aos restaurantes e cozinhando mais em casa”, diz Ana. Antes de ir para o supermercado, o casal faz uma lista com tudo o que vai comprar. Ana e Fábio já conseguem economizar, em média, 100 reais por mês. “Há meses que conseguimos economizar mais, também diminuímos a frequência de idas ao supermercado”. O que os dois gastam por mês no supermercado representa em média 4% da renda do casal.

CUIDADOS NA HORA DA COMPRA
A lista de compras ainda é uma das ferramentas mais importantes para reduzir os gastos no supermercado. “O ideal é escrever os produtos por seções e tentar seguir estritamente o que está na lista”, diz Eugênio Foganholo, diretor da Mixxer Desenvolvimento Empresarial, consultoria especialista em bens de consumo e varejo, de São Paulo. Há dois tipos de compras: uma para o abastecimento do lar e outra para repor os produtos que acabaram. “A compra para o abastecimento é mais racional do que a compra de reposição, que ganha um componente emocional, já que o valor gasto é menor e o consumidor fica propenso a comprar mais”, diz Eugênio, da Mixxer. Além dessas, existe a compra para o consumo imediato, que pode comprometer o orçamento de quem não tem controle. “Para um lanche da tarde, por exemplo, o consumidor vai se sentir atraído a comprar outros itens, e não só o pão e o leite”, diz Eugênio. Se o consumidor chega ao supermercado e encontra uma promoção de um produto não perecível, a sugestão é que ele faça um estoque. Mas quem decide aproveitar as ofertas precisa se concentrar no que realmente está mais barato. “Muitas vezes o consumidor é atraído pelas promoções e acaba comprando muito mais do que deveria”, diz Luiz Jurandir, da Fipecafi . E quem não analisa preços deixa de economizar. “As marcas próprias das redes de supermercados têm a mesma qualidade que as marcas líderes de mercado”, diz Roberto Meir especialista internacional de relações do consumo. Além das marcas, o consumidor que sabe identificar o perfil de cada estabelecimento sai ganhando. “Os supermercados têm uma estrutura bem diluída, alguns focam na venda de produtos mais básicos, outros em frutas, por isso é importante aproveitar o que cada um tem de melhor e nunca comprar todos os produtos em um único lugar”, diz Luiz Jurandir, da Fipecafi . O consumidor também pode concentrar a compra dos utensílios básicos, como produtos de limpeza e alguns alimentos, nos supermercados de bairro. “A economia pode chegar a 15%”, diz o especialista em consumo Roberto Meir. O consumidor também precisa ficar de olho nas gôndolas, porque os supermercados costumam ter estratégias na hora de expor os produtos. “A maioria dos produtos que ficam na direção dos olhos do consumidor são aqueles que o supermercado tem mais interesse em vender”, diz Eugênio. Mas existem estratégias que podem beneficiar os consumidores. As redes de supermercado estão aproximando produtos que se complementem. É comum encontrar, por exemplo, um pacote de macarrão e uma lata de molho em um mesmo corredor. “Os supermercados estão dando soluções mais completas para o consumidor”, diz Eugênio, da Mixxer.

terça-feira, 14 de julho de 2009

A Sopa!

Boa noite pessoal!

Não pude resistir e vim aqui postar sobre o que acabei de presenciar aqui em casa!


Cheguei em casa... tomei um banho (pelado, inclusive!) e resolvi fazer algo pra comer, pois a fome estava canina!

Abri o armário e como de costume: NADA!

Ou melhor, quase nada... Como o frio está demais, uma sopa cai bem. Procurei pelas minhas Vono's, mas em vão... já comi todas. Achei então um sopão, sabor costela bovina (hahahaha... todos sabemos que os gostos reais não tem nada a ver com o mencionado na embalagem, mas vamos lá...)!

Acreditem, eu nunca havia feito uma sopa desse porte anteriormente, só sopas de canecas!

Nada melhor que as magníficas e didáticas instruções no verso das embalagens. Logo no começo já fiquei com a pulga atrás da orelha... a embalagem pedia pra eu colocar 2 litros de água em uma panela. DOIS LITROS? Isso mesmo! Olhei pros 2 litros, olhei pro saquinho da sopa... dei uma apertada nele e pensei: "Não é possível que vá tudo isso de água pra esse tanto de pózinho e maccarrãozinho!". Mas ao mesmo tempo pensei: "Bom... durante a fervura a água deve evaporar e teoricamente diminuir dentro da panela...".

Inocentemente, coloquei os 2 litros de água na panela e virei o saquinho. Na mesma hora o conteúdo sumiu dentro da panela... parecia uma água suja! Ali já vi que eu deveria fazer algo...e fiz!

Peguei outro saco de sopa. Esse agora de mandioquinha com cenoura. Abri e virei um pouco deste na panela... afinal, eu queria ver consistência, sustância. Tá certo que numa sopa você NUNCA verá consistência do jeito q você quer... mas esse complemento já me enganou e fiquei satisfeito.

Próximo passo da instrução: mexer devegar até a água ferver. O QUÊ? A água vai ferver? FUDEU!

A água já tava quase no limite da panela, se ferver ia pular pra fora...

Bom, esperei pra ver e... IDIOTA... claro que água pulou pra fora e sujou metade do fogão!!!

A sujeira só não foi maior porque segui a terceira instrução da embalagem: baixar o fogo e tampar a panela! UFA!

Alguns minutos depois a sopa estava pronta. Confesso que ficou boa memo com a mistureba que fiz. Confesso também que pra mim foi muito difícil e traumático fazer uma sopa "grande".

Mas é isso aê: fiz, aprendi, já jantei lavei a louça (sujei muita por sinal, pra fazer apenas uma sopa), limpei o fogão e agora tenho sopa pra umas 15 pessoas comerem até o natal!

Mas vamo que vamo!!!

E vocês? Muitos traumas com receitas de primeira viagem?

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Eterna preguiça de cozinhar

Bom... pelo título do post já dá pra ter a clara idéia do que irei abordar aqui... mas continue lendo! rs

Sei que existem pessoas que moram sozinhas (ou não) e que adoram o prazer de cozinhar (e sabem cozinhar). Cá entre nós: eu acho bem bacana esse lance, fazer um jantar, petiscos pra galera e tal... mas a preguiça SEMPRE impera!

A preguiça de cozinhar quando se mora sozinho, já começa a partir do momento que você está com fome e não tem nada pra comer que já esteja pronto ou congelado. Aí você começa a pensar em todas as etapas e acaba pedindo uma pizza!

A preguiça de cozinhar pode ser dividida em 3 etapas distintas:


Primeiro: cozinhar só pra você mesmo não tem tanta graça. Já que é pra cozinhar, o legal é fazer pra mais gente, em maiores quantidades. Enquanto cozinha vai batendo papo com alguém e tomando umas cervejas. Sem interação fica chato e tedioso.

Segundo: Geralmente quem mora sozinho, não tem o armário abarrotado de ingredientes (até mesmo os básicos) pra preparar uma comida decente. Mesmo assim, já dá trabalho em pegar tudo o quem ao alcance (entenda como: disponível), preparar e enfim cozinhar. Descascar e picar cebola e alho, lavar arroz, temperar bife, esquentar molho, ficar de olho nas panelas e no fogo... e por aí vai. Sem contar que as únicas receitas que sabemos são: fazer arroz e fritar bifes. Aquelas coisas de "coloque uma pitada de coentro ou açafrão" não são comigo. Aliás, nem imagino o que seja um coentro, muito menos um açafrão.

Terceiro: Certamente este terceiro ponto contempla 80% da preguiça, pois é a hora de lavar a louça. Por mais simples e pouca que seja a comida, você já sujou uma grande quantidade de louça (inclua panelas, talheres, pratos, copos, eletrodomésticos, fogão, pia, chão). Quando você está cozinhando, inconscientemente você vai sujando itens e só percebe isso quando está tudo empilhado na pia pra lavar. E lembre-se: você está cozinhando sozinho... ou seja, não tem ninguém por perto pra te dar uma mão nessa hora. Essa tarefa pode ser facilmente adiada, porém não tem como fugir dela.

Sempre fui adepto de eletromésticos que facilitam nossa vida nestas horas, mas mesmo assim também não fogem do terceiro item da lista. Usou, sujou. É a regra!

Comprei tempos atrás um grill com nome daquele ex-lutador de boxe. Aquele grill que parece uma sanduicheira. É bem legal porque grelha rapidamente e é fácil de limpar, basta passar papel toalha.

Por outro lado, comprei aquela juicer para fazer sucos com frutas inteiras. Fiz até suco de abacaxi com casca!!! Tudo muito lindo... mas só na hora de tomar o suco, porque na hora de limpar o treco... Meu Deus! Tem que desmontar o monstro todo, é bagaço de fruta pra todo que é lado... dá o maior trampo. Então, este é um item que só utilizarei quando for pra fazer suco em massa... em grande quantidade... pra valer a pena a limpeza depois.

Duro vai ser convencer a galera a ir lá em casa tomar suco e não cerveja! Kuá!


Abraços à todos e vamo que vamo!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Fim do tédio no supermercado!

Você está cansado de fazer compras em supermercado?

Você acha cansativo rodar por horas empurrando um carrinho que sempre tem as rodinhas tortas ou travando?

Acha que ficar pegando coisas da prateleira e colocando no carrinho é a coisa mais entediante que existe?


Pois seus problemas acabaram!!!

Veja abaixo, 15 coisas legais para se fazer em um supermercado e divirta-se! Transforme aquela sua compra em um parque de diversões:


1. Pegue 20 caixas de preservativos e ponha-as em vários carrinhos, aleatoriamente, quando a pessoa estiver distraída.

2. Programe os despertadores para tocarem de 5 em 5 minutos.

3. Vá ao atendimento a clientes e pergunte se podem reservar um pacote de M&Ms pra você.

4. Coloque placas de "ATENÇÃO - PISO MOLHADO" na entradas dos caixas.

5. Aborde um funcionário e diga: "Alerta vermelho na seção de louças!", e veja sua reação.

6. Monte uma tenda na seção de camping, diga aos outros clientes que vai passar a noite alí. Convença as pessoas a trazerem almofadas da seção têxtil e a juntarem-se a você para um luau.

7. Quando um funcionário perguntar se você precisa de ajuda, comece a chorar e grite: “Por que vocês não me deixam em paaaaz?!?!!?!?”

8. Encontre uma câmera de vigilância e use-a como espelho enquanto tira meleca do nariz.

9. Procure uma faca de açougueiro bem afiada. Leve-a contigo durante todo o percurso das compras e vá perguntando aos funcionários se ali vendem anti-depressivos.

10. Deslize pela loja com um ar suspeito, enquanto assobia o tema da “Missão Impossível”.

11. Esconda-se atrás das roupas que estão expostas em cabides e quando alguém estiver vendo os produtos grite “ME ESCOLHE! ME LEVA PARA CASA!”

12. Quando alguém anunciar seja o que for no alto-falante, deite no chão em posição fetal e grite: “Nãããoooo! As vozes! Outra vez as voooozes!”

13. Vá ao provador de roupas. Feche a porta, aguarde um minuto e depois grite: “Onde é que está o papel higiênico????!”

14. Faça um rastro com molho de tomate até o provador de roupas.

15. Chegue em todos os funcionários possíveis e diga: "Oi, meu é nome é [seu nome] e quero fazer amigos!".


Mas atenção pessoal, não garantimos que você não passe a ser odiado pelos funcionários e gerente do supermercado nem tão pouco seja colocado pra fora dele....rs!
Portanto, faça por sua conta e risco! kkkk

Abraços à todos e vamo que vamooooo!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Faxina

É... eu sei! Esse assunto é bem chato... Maaaaas, é uma coisa pela qual temos de passar (salvo os que tem faxineira, claro!).

Como eu trabalho a semana inteira, o dia todo, geralmente eu deixo a faxina para os sábados. Porém, não é todo sábado que consigo acordar cedo (antes do meio-dia) e aí a preguiça SEMPRE fala MUITO mais alto! Mas enfim, sempre quando posso (quero) eu faço uma faxina em casa, se bem que não fica tão sujo assim.

Como tenho extrema dificuldade com serviços domésticos e pra mim, manusear a vassoura e a pazinha ao mesmo tempo é humanamente impossível resolvi adotar técnicas quer facilitam o trabalho pesado (e bota pesado nisso).

Primeira coisa que faço é: abrir uma cerveja! Pra aguentar um trampo desse, nada melhor que uma bela gelada!!!


E lá vamos nós! Primeiro passo: tirar pó das coisas... no meu caso, chamo de tacar o pano nas coisas. Pego uma flanela e vou batendo em tudo que é objeto, tomando o devido cuidado pra não derrubar nada. Eu sei que eu deveria levantar as coisas pra passar o pano, mas isso eu faço bem de vez em quando. Então o esquema é: numa mão o pano pra bater nas coisas e na outra a cerveja pra ir dando goladas.

Antes de começar a varrer tiro todas coisas possíveis do chão que irão me atrapalhar na hora da tarefa, tais como tapetes do banheiro, chinelos, tênis, sapatos, roupas sujas e por aí vai. Pego a vassoura e mão na massa!
Varro cômodo por cômodo separadamente, e em cada um, junto a sujeira no canto.

Feito isso, dou umas goladas na cerveja e pego o aspirador de pó. Ligo em cada cômodo e sugo as sujeiras que acumulei no canto (lembram?). Ainda de posse do aspirador, mudo o bico dele e coloco aquela vassourinha que varre e suga! Passo nos tapetes pra tirar aquela sujeira que fica encrostada!

Depois disso tudo já estou praticamente exausto e esgotado. As costas dóem e a cerveja já ta quase no fim! Mato o restinho e abro mais uma pra dar um gás pra próxima etapa.

Agora é hora de passar pano no chão! Balde, água, uma tampa de Pinho Sol, rodo e pano e vamo que vamo! Nessa hora a dor nas costas se agrava, mas não desisto! No banheiro dou uma cavocada no vaso com aquelas escovas próprias pra isso e jogo desinfetante.

Pronto! Casa cheirosa e a segunda latinha de cerveja vazia!

Em dias que estou muuuuito inspirado (e lembro), passo limpa-vidros (nos vidros, claro)!

É isso... o lixo eu costumo tirar quando tá transbordando e a louça procuro lavar logo de imediato, senão fica pro sábado também!


E ae? Alguma técnica milagrosa pra limpar a casa?

Abraços à todos e boa limpeza!!!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Frio

Bom... não sei na cidade de vocês, mas aqui no Vale do Paraíba em São Paulo tá fazendo um frio "dos inferno", se é que isso é possível!

Dia após dia, vemos no noticiário que a madrugada que passou foi a mais gelada do ano e que a manhã será a mais gelada do ano... ou seja, você já sai de casa pra trabalhar com frio psicológico.

Parece que o estado do Planeta realmente mudou (ou está mudando), pois estamos vivendo os extremos das estações. Por aqui, o verão foi escaldante... Sol e calor de rachar... aquele sol que, mesmo debaixo de um guarda-sol ou árvore na praia, a vista e a cabeça doíam. E agora esse frio... e olha que nem estamos efetivamente no inverno ainda.


Em casa deixei tudo fechado: portas, janelas, vitrôs e afins... mas mesmo assim, o frio que faz lá dentro é absurdo! Não sei de onde vem...

Como moro em apartamento, não tenho lareira em casa pra me esquentar e também não quero investir em um aquecedor ou coisa do tipo. Quero algo prático pra esquentar a casa pra não ficar andando de moleton ou cobertor nas costas pra baixo e pra cima. Será que se eu acender velas pela casa toda ajuda? rs

Alguém aí... me ajuda... me dêem dicas!

Abraços e vamo que vamo!!! Brrrrrr

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Primeira Festa!

E aê pessoas! Tudo certo?

Bom, como podem perceber pelo título do post, no final de semana q passou decidi fazer a primeira reunião de amigos em casa!

Estava cansado de todo sábado ficar lá, de barriga pro ar e bebendo... Precisava animar aquilo!
Na verdade, a princípio seria uma visita de um casal de amigos. Combinamos que tomaríamos umas cervejas, faríamos uma pizza para ser cortada aperitivo e falaríamos muita merda, como de costume!
Lá foram... já levando sucos e caixa de cerveja. além de amendoins e salame pra abrir o apetite!

Lá pelas 18h, quando já começou a zonzeira em cada um (o bom mesmo de beber é isso... a zonzeira) decidimos chamar mais gente pra "reuniãozinha". Liga pra um, liga pra outro e de repente já tinham mais 6 pessoas em casa. Todos devidamente avisados que tinham de levar cerveja e banquinho... pois ainda não tenho sofá e, tirando o chão, não tem lugar pra (mulherada) sentar.

Bebedeira vai, bebedeira vem... entra em jogo a Vodka... Ah a Vodka! Tiro a minha Wyborowa (pra quem não conhece, é uma excelente vodka Polonesa... recomendo) do congelador... a bichinha tá um mel...

Na TV rolando ótimos shows de rock n roll (claro), como por exemplo: The Who, Whitesnake, Kiss, Iron Maiden, AC/CD, Rush e por aí foi... Não seria por causa de uma Festa no Apê que escutaríamos Latino, não é!?

Algumas horas depois o povo se despede! Hora de ir embora!
Até que o povo contribuiu na limpeza de algumas coisas, guardar as latinhas e tal... sobrou pouca coisa pro anfitrião arrumar (ainda bem!!! rs).

Depois de uma reuniãozinho destas, você repara em algumas coisas:

[1] Por mais que você convide um número "X" de pessoas, sempre acabará indo "X+Y" (se esse Y for mulher, ÓTIMO);

[2] Você sempre prevê o "cardápio" com antecedência, mas quando todos começam a ficar bêbados, comem o que tiver mais fácil, ou às vezes nem comem;

[3] Sempre tem um que vai levar um goró diferente que vai deixar a galera mais beuda ainda;

[4] Alguns não conseguirão comer nem beber tudo aquilo que levou, ou seja, sua geladeira ficará cheia;

[5] O anfitrião geralmente fica ligeiramente mais bêbado que os demais.

Pois é gente... e como sempre digo: "Cerveja nunca sobra... ACUMULA!"


Portanto, quem quiser beber, só chegar! Pois tenho cerveja à rodo e amendoim a dar com o pau, se é que vocês me entendem!

Abraços e vamo que vamo!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Falta de energia elétrica

Bom dia povo!!!

Mais um capítulo da série: Acidentes acontecem!!!

Pois é... toda quarta-feira vou pra casa da minha mãe, onde lá fazemos a famosa "Zeca-feira". Fazemos petiscos e quitutes e claro, bebemos muita cerveja e assistimos à jogos de futebol.

Ontem não foi diferente... lá pelas 19:30h fui pra lá... fizemos frango a passarinho, calabresa e iscas de carne. Na TV começa o jogo do Timão contra o Flu... final de primeiro tempo, 1x0 pro Timão!
Tudo muito bem, tudo muito bom... mas era hora de ir embora!
Juntei as coisas, e fui... No trajeto tudo normal... louco pra chegar em casa pra ver o segundo tempo... mas quando viro na rua de casa: o espanto!!!
A rua estava sem energia elétrica... um breu total... só enxergava o que o farol do carro iluminava... o resto estava preto. Algumas poucas pessoas estavam no portão de casa com uma lanterna, cachorros latindo e nenhum movimento de outros carros... parecia uma cena de filme de terror. Cheguei no portão de casa e como era esperado, o portão automático não abre no controle. Que beleza! Desci do carro para abrir manualmente e adivinhem: o modo manual não estava ativado! Foi aí que pensei "vou ligar pra síndica!". Bah... só dava rede ocupada no celular.
Entrei no carro e fui dar umas voltas... ficar ali marcando na rua deserta e escura era pedir pra acontecer alguma coisa. Dei umas voltas no bairro e nisso tentando ligar pra sindica e nada... foram mais ou menos umas 30 tentativas sem sucesso.
Parei um pouco a frente de casa, onde estão construindo um novo condomínio. Na porta tinha um vigia com uma lanterna. Perguntei se fazia tempo que estava sem energia e ele me disse que sim... Bom, então como ja fazia tempo que estava assim, de duas uma: alguém já acionou a companhia elétrica e vai voltar rápido, ou o problema é sério e vai demorar pra ca...ramba!
Fui dar outras voltas... parei na padaria pra ver quanto tava o jogo.. 1x0 ainda!
Outras voltas... e muitas voltas e ouço um barulho no carro... era o indicador que o tanque estava na reserva! Pronto! Só faltava isso agora! ahuahuaha!
Resolvi voltar pro apartamento... parei o carro na rua e abri o portão de acesso de pedestre. Resolvi fuçar no motor do portão pra tentar coloca-lo manual. Putz... precisava de uma chave!
Um pequeno parênteses antes de continuar: (quando o portão está em modo manual, a síndica o tranca com um cadeado. Eu tinha feito a cópia dessa chave semana passada pra caso um dia eu precisasse).
Voltando: Eu precisava da chave para acionar o modo manual do portão. Esperto que sou, enfiei a chave que eu tinha feito do cadeado numa tentativa frustrada... quando forcei, a chave entortou! hahahaahah!
Depois de muito fuçar naquele motorzinho, descobri que se eu girasse uma engrenagem lá o portão abria... mas abria assim: 2cm por minuto!
Maaaas era minha única alternativa... ia demorar, mas não tinha como!!!
De repente, vejo uma lanterna vindo em minha direção e pensei: "Morri!".
Mas era o vigia do outro condomínio que eu havia comentado... ele veio ajudar!
E nessa fomos, eu girando a engrenagem e ele empurrando o portão... isso só pra abrir, depois tinha que fazer a mesma coisa pra fechar...
Lá se foram uns 30 minutos nessa manobra... mas o carro estava dentro da garagem!
Já suado, cansado e com a mão suja de graxa encontro a síndica indo em direção ao portão e dizendo que ia colocar o portão em modo manual.
Na hora veio um mini flashback em minha cabeça e iniciei uma conversa com meu cérebro:
- Eu: "Putz... ela vai colocar modo manual exatamente após eu ter tido o trampo de abrir..."
- Cérebro: "É fio... e o negócio vai piorar!"
- Eu: "Como piorar? Agora já to dentro..."
- Cérebro: "Ela vai colocar modo manual e colocar o cadeado no portão."
- Eu: "Mas tá certa, senão qualquer um entra..."
- Cérebro: "Sim, idiota! Mas você não sai amanhã de manhã pra trabalhar caso a energia não volte... ou já esqueceu que você fudeu a chave?"
- Eu: "Putz... e agora?"
- Eu: "Cérebro?"

Bom, resolvi ir dormir torcendo para que de manhã a energia tivesse reestabelecida.
Com muito custo e ajuda do celular, subo as escadas (4º andar), entro em casa e pego minha lanterna. Aliás, essa lanterna é ótima pra quem mora sozinho. Ela não precisa de pilha... funciona a fricção. Ajuda bastante... pois se você tiver uma lanterna à pilha, certamente no dia que você precisar, não terá pilha.
Fui ao banheiro, escovei os dentes, coloquei o pijama e liguei meu bom e velho despertador à pilha!

No momento que fechei os olhos... a energia voltou!!!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

A fome!

Bom dia!!!

Nest post vamos tratar de um assunto que atinge todas as pessoas neste mundo (principalmente as que moram sozinhas), sem distinção de raça, sexo, cor, religião, time de futebol ou qualquer outra coisa: a FOME!

A fome não tem hora pra acontecer e sempre vem acompanhada de uns roncos do estômago (alguns dão até um "nó"). E ainda seguindo a famosa Ley de Murphy, a fome vai bater naquele momento que você não tem nada pra comer, ou pelo menos, nada decente!

Você chega em casa do trabalho, tarde da noite e claro, com aquela fome canina! Como você está cansado, acabou nem parando pelo caminho pra comer algo e deixou pra fazer isto em casa (doce ilusão)!
Toma um banho, coloca o pijama e pensa: "vou tomar aquele copão de leite com achocolatado!". Mas ao abrir o armário, cadê o achocolatado? Acabou! Mas enfim, um belo copo de leite sustenta e ainda ajuda no sono... Abre a geladeira e... cadê o leite? A última caixinha está vazia dentro do lixo!

Neste momento, você já começa a se preocupar, porquê no momento que você abriu a geladeira e viu que não tinha leite, você acabou percebendo que também não há mais nada pra comer dentro dela! Vira daqui, fuça dali e até que encontra um pedacinho daquele salame que sobrou dos petiscos da(o) semana(mês) passada(o). Dá uma lavada nele pra tirar aquela crosta verde e deixa separado!
Ainda na geladeira, aproveita e pega a maionese! Abre e dá uma fungada pra sentir o cheiro... se tiver bom, armou! Se não, vai sem maionese mesmo... maionese estragada não é recomendada, mesmo que a fome esteja absurda!
Na geladeira acabaram as opções... uma abridinha no freezer, na esperança de encontrar algo congelado... e, deixa pra lá... vamos pro armário!!!

A famosa e prática bisnaguinha? Esquece! Não tem também!!
Miojo? O último você comeu as 4h da manhã no final de semana quando chegou da balada e nem lembra!
Ahá... um pacote de pão... de milho, mas tá valendo!!!

Agora é só por em prática toda a experiência culinária que temos e pronto:

- Pegue duas fatias de pão de milho;
- Passe a maionese (com o auxílio de uma faca, e não com a mão) em um dos lados das duas fatias;
- Corte o restinho do salame em finas rodelas (também com a faca e cuidado com a mão);
- Coloque essas rodelas sobre a maionese passada em uma das fatias do pão;
- Cubra com a outra fatia também com o lado da maionese passada.

E bom apetite e,

Vamo que vamo!!!

P.S.:
Toda essa improvisação e desespero são necessários quando você não encontra comida em casa e percebe que não tem um tostão na carteira pra um "disk pizza"!!!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Vivendo e aprendendo...

Boa tarde!

Quando moramos sozinhos, essa frase do título cai muito bem! A cada dia que passa, uma nova lição é aprendida, por uma nova experiência passamos e por aí vai...

Não sei se a convivência com outras pessoas na mesma casa nos fez assim ou se ainda não caiu a ficha de que realmente estamos "sozinhos" e ninguém vai fazer algo pela gente ou acontecer sozinho, tipo um milagre. São inúmeras coisas que vamos aprendendo com o tempo, e além deste aprendizado devemos agregar isto ao nosso cotidiano, pois senão fatalmente acontecerá de novo (ou não!)!

Vou enumerar abaixo algumas destas coisas pelas quais passei (estou passando) e você, que também mora(morou ou morará) sozinho passou (está passando ou passará):

[1] Não existe um buraco sob as lixeiras da casa que leva o lixo diretamente pro aterro sanitário da cidade;

[2] Não existe timer na tomada que desligará automaticamente o ferro de passar roupas que você deixou ligado por 10 horas quando saiu para trabalhar de manhã;

[3] Nenhuma formiga é formada em engenharia hidráulica para arrumar aquele vazamento no registro do banheiro, nem tão pouco ele se auto-consertará;

[4] A geladeira não consegue determinar o que já está vencido (estragado) e muito menos eliminá-los automaticamente;

[5] O chão da casa, diferente do forno do seu fogão, não é auto-limpante;

[6] A toalha molhada não voará como o tapete do Alladin da sua cama para o varal;

[7] A cuba da pia da cozinha não é uma lava-louças automática;

[8] Aquelas formigas jamais te abandonarão até que você limpe aquele resto de comida no canto da cozinha;

[9] A compra do mês é só pra você, e não pra 15 pessoas;

[10] Como eu já havia dito: a toalha não é o tapete do Alladin... Portanto se você tomou banho e esqueceu dela... FODEU!

É isso ae... aposto que muitos de vocês já tiveram casos como estes e muitos outros... por isso... relatem ae nos comentários!

Abraços e vamo que vamo!!!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Que falta faz...


É batata!!!

Quando mora-se sozinho, esta deve ser uma das frases mais ditas por nós. Geralmente a falamos naquele momento em que procuramos algo ou estamos fazendo algo. A famosa frase "Qua falta faz..." já deve ter sido dita inúmeras vezes, e cá entre nós: que falta realmente faz...

Mas que falta faz o quê? Váááááárias coisas!!!

Certamente você um dia vai procurar ou querer justamente aquilo que você não comprou, aquilo que acabou e você esqueceu de repor ou aquilo que você NUNCA imaginou comprar. Aqui entra um pouco daquela conhecida e famosa Lei de Murphy!

Que falta faz... aquele remédinho especial que você toma quando tá com aquela dor de cabeça absurda!

Que falta faz... aquele chocolatinho depois de comer alguma coisa a noite depois que você chega do trabalho.

Que falta faz... aquele bom filme praquela noite tediosa!

Que falta faz... um martelo, quando você chegou em casa doido pra pendurar aquele quadro bacana que você comprou no shopping!

Que falta faz... um pão bem quentinho no café da manhã.

Que falta faz... uma escadinha pra eu poder guardar coisas naquela prateleira do armário a qual está vazia porque não alcanço.

Que falta faz... aquele papel higiênico... OPA! Calma lá... to brincando... Nâo cheguei neste ponto tão crítico não... pelo menos não ainda! hahahahaha

Mas por aí vai... são várias situações!

Que falta faz o quê pra você? E quando?

Vamo que vamo e abraços!

terça-feira, 31 de março de 2009

Chega de novela!

Ufa!

Finalmente poderei assistir outra coisa que não seja novela!!!
Pois é... coloquei TV por assinatura em casa... Eu não, os técnicos enviados que colocaram.
Fiz um pacotão TV + Internet + Telefone. Peguei um plano meio que básico e ficou bacana! Custo x benefício acima de tudo!!!

Estava triste aquela programação da TV aberta que temos... como só vejo TV a noite e finais de semana, já podem imaginar o que eu tinha de suportar... Novelas, jornalismo só com notícias ruins, uma casa com pessoas confinadas onde você liga e vai eliminando-as, caldeirões, domingão do fulano de tal, domingo bacana e por aí vai... Exceto o futebol de domingo a tarde, o resto da programação é dura de assistir.
E comentando a respeito destas exibições, tem uns casos bem engraçados que vamos notando... O jornalismo exibe praticamente as mesmas notícias na essência, isso sem contar os últimos meses onde a crise mundial é manchete geral. Sempre é notícia de político corrupto (maldita raça... por isso voto nulo), invasão de terras, assassinato na cidade tal, acidente na rodovia tal, tentativa de fuga do presídio tal, assalto ao banco ou caixa eletronico tal... e assim vão os vários "tais" noticiados!
Nas novelas também tem fatos engraçadíssimos... claro que seria demais comentar uma novela que fala de mutantes, onde os personagens têm poderes e atacam uns aos outros... recomendo alugarem a trilogia X-Men, os efeitos são muito melhores!!! Mas em novelas de uma emissora poderosa, vejo algumas coisas que me intrigam... Nestas novelas sempre tem uma família super poderosa e super rica a qual possui um negócio milionário. Geralmente são donos de um edíficio, têm reuniões diárias mas NUNCA se sabe qual o ramo do negócio, como funciona, a produção em si... enfim, o enredo fica limitado à: família rica - casa luxuosa - edíficio da empresa - sala de reunião. É impressionante! rs
Sem contar que os enredos das novelas se repetem... Existe um país distante onde tem um monte de gente que fala brasileiro. Aí tem um monte deles aqui no Brasil também. E no meio do caminho, tem um monte de gente que vai e volta como se fosse uma ponte aérea Rio-SP. hahahahaha.
Será que teletransportam? Não... aí já voltaríamos a novela dos mutantes!

Bom, vou ficando por aqui pra vocês não pensarem que assisto muita novela! rs

Agora sim, poderei assistir novamente Os Simpsons!!! =D

Me contem... andam assistindo o que?
E vamo que vamo cambada!!!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Primeiro almoço!

Boa tarde gente!

Bom, vocês devem ter percebido que estou igual ao Ronaldo Fenômeno no Corinthians... Primeiro jogo, primeiro gol, primeiro gol de cabeça, de pênalti, primeira falta sofrida e por aí vai... Pois bem, pra mim também existe a primeira vez em diversas coisas... Já relatei aqui a primeira compra, a primeira experiência com empregada, a primeira dor de barriga... ops, isso eu ainda não relatei aqui... kakakaka!

No último sábado, dia 28/03, resolvi fazer almoço. Primeiramente, analisei o que eu tinha na dispensa: arroz, carne congelada, alface e tomate. Então, nada melhor que o basicão: arroz, bife e salada!

Como seria minha primeira vez num fogão, sozinho... sem supervisão... melhor não arriscar. Liguei o notebook, acessei o Google e lá pesquisei: "receitas arroz". Tchãram!!! Várias receitas surgiram na tela. Desde as mais convencionais até as mais incrementadas. Claro que fui na convencional.
Receita na tela, ingredientes nas mãos e vamos lá seguir a receita ao pé da letra!
- Lave duas xícaras de arroz e escorra bem (já comecei errado... como não tinha noção nenhuma de quantidade, agora tenho arroz pra um mês na geladeira);
- Ferva 4 xícaras de água (isso é fácil!!!);

- Pique meia cebola e deixe douras numa panela com uma colher de sopa de óleo (quem foi o bendito que disse que se eu guardasse minhas cebolas na geladeira, não choraria na hora de cortá-las???);
- Coloque o arroz na panela e mexa pra não grudar no fundo (certeza que irá grudar no fundo!);
- Coloque a água fervida, salgue à gosto e deixe cozinhar até que a água evapore por completo (como salgar à gosto? Gosto de quem? De quê? Taquei sal e já era!).

Ao mesmo tempo que o arroz ia cozinhando, fui fritar os bifes! Dois lindos "coxão-mole"! Acendi o fogo, coloquei um pouco de azeite na minha linda e brilhante frigideira de aço inox e joguei o bife lá! Ops!!! Tava faltando alguma coisa!! Claro... o tempero! Mas que tempero??? Nâo tenho!!! O jeito então foi pegar um ajinomoto meio que apimentado que eu tinha lá e joguei por cima da carne já na frigideira. No começo tudo certo, vira de um lado, vira do outro, joga mais tempero e vamo embora!!!

Enquanto o arroz ainda cozinhava, e o bife dava uma tostada, foi lavar alface e tomate!

De repente... uma fumaça descomunal saindo da frigideira!!! Pensei: "perdi a mistura!".
Mas não... o bife até que estava apresentável, mas a frigideira que era de inox, mais parecia de teflon... PRETA!!! Caraca!!! E agora? Agora nada... deixa eu almoçar primeiro depois eu vejo o que faço!

Desliguei o fogo do arroz... Pasmem: ficou bom!!! Arrumei meu prato e almocei...

Depois de almoçar, dar uma descansada, ainda viria a pior parte: lavar a louça!!! Putz, ainda tinha a panela preta! Vamos lá... comecei pelos mais fáceis: prato, talheres, copo, panela do arroz... e aí parti pra panela preta!!! Caprichei no detergente e comecei a esfregar com a bucha... com a parte macia pra não riscar a panela. Xi... NADA! A sujeira nem se mexia... Resolvi então deixa-la de molho no detergente e tentar mais tarde...

O tempo passa...

Mais tarde, lá fui novamente... Opa! Agora sim... a sujeira está saindo... Esfrega daqui, esfrega dali... a panela toda ensaboada... vamos enxaguar pra ver o resultado... e tchãram!!! Tchãram que nada... Ainda tinha sujeira pra dedéu grudada nela! Quem sabe se ficar mais tempo de molho?

O teeeempoooo passa torcida brasileira (como dizia um antigo narrador esportivo)...

Esfrega, esfrega, esfrega e nada!!! Enfim, desisti... o almoço foi sábado e até hoje dou uma esfregadinha pra tentar limpá-la e nada...

Bom, em comparação ao que tava no dia, tá ótimo... Agora ela não está nem inox, nem teflon... tá meio assim.... Parda!
Mas vamos tentando!

Depois de sábado, percebi que não é nada fácil cozinhar morando sozinho... e vou citar 3 razões pra nós vivermos de comida congelada e miojo:

1) Leva-se muito tempo: Comecei a fazer o almoço ao meio-dia, até fazer tudo, comer e lavar louça, quando vi já eram 15h... ou seja, praticamente perdi meu sabado a tarde! rs

2) É díficil: Além de ser difícil cozinhar, acertar o ponto, tempero, fazer pratos diferentes e tal, é humanamente impossível colocar duas coisas no fogo ao mesmo tempo... não consigo olhar mais de uma coisa ao mesmo tempo... ou faço um de cada vez, ou um dos dois vai queimar...

3) Lavar louça: preciso explicar este item?

Mas é isso aê... cozinhar é uma arte bacana... quem sabe com o tempo não vou pegando gosto, jeito e prática... mas já vi que vou precisar de uma lava-louças!

E vocês? Contem suas experiências na cozinha pilotando o danado do fogão!!!

P.S.: Havia me esquecido do fogão... depois da fritura dos bifes, o mesmo ficou IMUNDO!! kkkk

E vamo que vamo!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Jogo dos 7 sintomas!

Bom dia!

Como escrevi no último post, já estou morando sozinho e já começaram os perreios! rs
Ontem, quando estava tomando banho pra ir trabalhar... sentir que o nível da água dentro do box estava um pouco alta... quando olhei pro ralo, a tampa dele já estava flutuando como um navio dentro do box... e ele todo entupido! Como eu precisava trabalhar, fechei o chuveiro e corri pro outro banheiro pra tirar a espuma da cabeça e pedi pra um encanador ir la depois ver... O problema era que o resto da obra da reforma do banheiro tava tudo dentro do ralo... maldito pedreiro porco!

Mas tudo bem... e vamos ao post de hoje!

Quando a gente começa a morar sozinho, ainda leva um bom tempo até nos acostumarmos com essa nova vida e até que isso aconteça, nós passamos por situações engraçadas e começamos a transparecer alguns sintomas. Abaixo, relato 7 sintomas que sinto nestes poucos dias de vida nova:

1) Você presta atenção nos barulhos: Isso é fato! Agora que você está sozinho em casa e desde que não faça tanto barulho, você começa a prestar atenção em ruídos antes despercebidos. Não sabia que a geladeira fazia tantos sons diferentes... ela liga, desliga, escorre água e por aí vai. A TV faz um barulhinho quando mudo de canal e etc.

2) Você não janta: É duro chegar em casa do trabalho e ainda ter disposição pra fazer uma janta. Tô falando de janta mesmo... e não miojo, pizza, hamburguer. Imagina, trabalhar o dia todo, chegar em casa e fazer aquele arroz branco com filé grelhado e salada de alface. É... dá até água na boca, mas a preguiça sempre acaba vencendo.

3) Você só come besteira: É preciso estar muito empolgado e disposto pra fazer uma comidinha mais saudável. Pra nós que moramos sozinho, o tempo urge e a caravana passa! Nestas horas entram os miojos, pão com qualquer coisa, congelados, lig-pizza e afins. Claro, existem coisas fáceis de preparar e mais saudáveis que tudo isso, como por exemplo, um bom sanduíche com pão integral, alface, peito de peru e maionese light! Mas diga lá: uma boa pizza é sempre bom, né não!?

4) Você evita o máximo de sujeira: Quando eu como algo que preciso sujar um prato, eu praticamente lambo-o no final... raspo tudo com o garfo de modo que fique o mínimo pra eu tirar depois na hora de lavar... Garfo, faca, colher... já fica um de cada dentro da pia... uso sempre eles. A mesma faca que passou requeijão no pão de manhã vai cortar o bolo de chocolate a noite! Beber água? Tenho minha garrafa na geladeira... bebo no bico!

5) Quando suja, limpa rápido: Pois é... quando algo suja, procuro limpar imediatamente. Porque eu sei que se passarem 10 minutos, aquela sujeira vai ficar por um bom tempo ali...

6) Organiza as coisas na hora: Mesma coisa do item 5... se deixou pra depois... deixou pra sempre!


7) A TV vira sua amiga:
Quando se mora sozinho, automaticamente você cria uma nova-melhor-amiga: a TV! Sem percerber, você automaticamente começa a conversar e interagir com ela. Quando o juiz rouba teu time, você o chinga, grita, esperneia e tem vontade de tacar o chinelo na TV (mesmo que ela não tenha nada a ver com a história e ainda lhe dará um prejuízo danado - calma... eu não fiz isso!), quando aparece aquela mulher maravilhosa na TV você logo solta: "Nossa... que gostosa!", como se a TV fosse aquele seu amigo sentado na mesa de um boteco. Quando passa uma reportagem revoltante, como por exemplo a de um politico roubando dinheiro publico (ou seja, diariamente) você começa a expor sua raiva, indignação e ainda tece comentários a respeito da reportagem como se estivesse numa roda de discussão.


Bom, acho que por enquanto é isso! Caso eu descubra, ou perceba mais alguma coisa, volto a postar!

E você? Se identifica com algum dos sintomas acima? Tem um diferente pra nos contar? COMENTE!

Abraços a todos e VAMO QUE VAMO!!!