terça-feira, 31 de março de 2009

Chega de novela!

Ufa!

Finalmente poderei assistir outra coisa que não seja novela!!!
Pois é... coloquei TV por assinatura em casa... Eu não, os técnicos enviados que colocaram.
Fiz um pacotão TV + Internet + Telefone. Peguei um plano meio que básico e ficou bacana! Custo x benefício acima de tudo!!!

Estava triste aquela programação da TV aberta que temos... como só vejo TV a noite e finais de semana, já podem imaginar o que eu tinha de suportar... Novelas, jornalismo só com notícias ruins, uma casa com pessoas confinadas onde você liga e vai eliminando-as, caldeirões, domingão do fulano de tal, domingo bacana e por aí vai... Exceto o futebol de domingo a tarde, o resto da programação é dura de assistir.
E comentando a respeito destas exibições, tem uns casos bem engraçados que vamos notando... O jornalismo exibe praticamente as mesmas notícias na essência, isso sem contar os últimos meses onde a crise mundial é manchete geral. Sempre é notícia de político corrupto (maldita raça... por isso voto nulo), invasão de terras, assassinato na cidade tal, acidente na rodovia tal, tentativa de fuga do presídio tal, assalto ao banco ou caixa eletronico tal... e assim vão os vários "tais" noticiados!
Nas novelas também tem fatos engraçadíssimos... claro que seria demais comentar uma novela que fala de mutantes, onde os personagens têm poderes e atacam uns aos outros... recomendo alugarem a trilogia X-Men, os efeitos são muito melhores!!! Mas em novelas de uma emissora poderosa, vejo algumas coisas que me intrigam... Nestas novelas sempre tem uma família super poderosa e super rica a qual possui um negócio milionário. Geralmente são donos de um edíficio, têm reuniões diárias mas NUNCA se sabe qual o ramo do negócio, como funciona, a produção em si... enfim, o enredo fica limitado à: família rica - casa luxuosa - edíficio da empresa - sala de reunião. É impressionante! rs
Sem contar que os enredos das novelas se repetem... Existe um país distante onde tem um monte de gente que fala brasileiro. Aí tem um monte deles aqui no Brasil também. E no meio do caminho, tem um monte de gente que vai e volta como se fosse uma ponte aérea Rio-SP. hahahahaha.
Será que teletransportam? Não... aí já voltaríamos a novela dos mutantes!

Bom, vou ficando por aqui pra vocês não pensarem que assisto muita novela! rs

Agora sim, poderei assistir novamente Os Simpsons!!! =D

Me contem... andam assistindo o que?
E vamo que vamo cambada!!!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Primeiro almoço!

Boa tarde gente!

Bom, vocês devem ter percebido que estou igual ao Ronaldo Fenômeno no Corinthians... Primeiro jogo, primeiro gol, primeiro gol de cabeça, de pênalti, primeira falta sofrida e por aí vai... Pois bem, pra mim também existe a primeira vez em diversas coisas... Já relatei aqui a primeira compra, a primeira experiência com empregada, a primeira dor de barriga... ops, isso eu ainda não relatei aqui... kakakaka!

No último sábado, dia 28/03, resolvi fazer almoço. Primeiramente, analisei o que eu tinha na dispensa: arroz, carne congelada, alface e tomate. Então, nada melhor que o basicão: arroz, bife e salada!

Como seria minha primeira vez num fogão, sozinho... sem supervisão... melhor não arriscar. Liguei o notebook, acessei o Google e lá pesquisei: "receitas arroz". Tchãram!!! Várias receitas surgiram na tela. Desde as mais convencionais até as mais incrementadas. Claro que fui na convencional.
Receita na tela, ingredientes nas mãos e vamos lá seguir a receita ao pé da letra!
- Lave duas xícaras de arroz e escorra bem (já comecei errado... como não tinha noção nenhuma de quantidade, agora tenho arroz pra um mês na geladeira);
- Ferva 4 xícaras de água (isso é fácil!!!);

- Pique meia cebola e deixe douras numa panela com uma colher de sopa de óleo (quem foi o bendito que disse que se eu guardasse minhas cebolas na geladeira, não choraria na hora de cortá-las???);
- Coloque o arroz na panela e mexa pra não grudar no fundo (certeza que irá grudar no fundo!);
- Coloque a água fervida, salgue à gosto e deixe cozinhar até que a água evapore por completo (como salgar à gosto? Gosto de quem? De quê? Taquei sal e já era!).

Ao mesmo tempo que o arroz ia cozinhando, fui fritar os bifes! Dois lindos "coxão-mole"! Acendi o fogo, coloquei um pouco de azeite na minha linda e brilhante frigideira de aço inox e joguei o bife lá! Ops!!! Tava faltando alguma coisa!! Claro... o tempero! Mas que tempero??? Nâo tenho!!! O jeito então foi pegar um ajinomoto meio que apimentado que eu tinha lá e joguei por cima da carne já na frigideira. No começo tudo certo, vira de um lado, vira do outro, joga mais tempero e vamo embora!!!

Enquanto o arroz ainda cozinhava, e o bife dava uma tostada, foi lavar alface e tomate!

De repente... uma fumaça descomunal saindo da frigideira!!! Pensei: "perdi a mistura!".
Mas não... o bife até que estava apresentável, mas a frigideira que era de inox, mais parecia de teflon... PRETA!!! Caraca!!! E agora? Agora nada... deixa eu almoçar primeiro depois eu vejo o que faço!

Desliguei o fogo do arroz... Pasmem: ficou bom!!! Arrumei meu prato e almocei...

Depois de almoçar, dar uma descansada, ainda viria a pior parte: lavar a louça!!! Putz, ainda tinha a panela preta! Vamos lá... comecei pelos mais fáceis: prato, talheres, copo, panela do arroz... e aí parti pra panela preta!!! Caprichei no detergente e comecei a esfregar com a bucha... com a parte macia pra não riscar a panela. Xi... NADA! A sujeira nem se mexia... Resolvi então deixa-la de molho no detergente e tentar mais tarde...

O tempo passa...

Mais tarde, lá fui novamente... Opa! Agora sim... a sujeira está saindo... Esfrega daqui, esfrega dali... a panela toda ensaboada... vamos enxaguar pra ver o resultado... e tchãram!!! Tchãram que nada... Ainda tinha sujeira pra dedéu grudada nela! Quem sabe se ficar mais tempo de molho?

O teeeempoooo passa torcida brasileira (como dizia um antigo narrador esportivo)...

Esfrega, esfrega, esfrega e nada!!! Enfim, desisti... o almoço foi sábado e até hoje dou uma esfregadinha pra tentar limpá-la e nada...

Bom, em comparação ao que tava no dia, tá ótimo... Agora ela não está nem inox, nem teflon... tá meio assim.... Parda!
Mas vamos tentando!

Depois de sábado, percebi que não é nada fácil cozinhar morando sozinho... e vou citar 3 razões pra nós vivermos de comida congelada e miojo:

1) Leva-se muito tempo: Comecei a fazer o almoço ao meio-dia, até fazer tudo, comer e lavar louça, quando vi já eram 15h... ou seja, praticamente perdi meu sabado a tarde! rs

2) É díficil: Além de ser difícil cozinhar, acertar o ponto, tempero, fazer pratos diferentes e tal, é humanamente impossível colocar duas coisas no fogo ao mesmo tempo... não consigo olhar mais de uma coisa ao mesmo tempo... ou faço um de cada vez, ou um dos dois vai queimar...

3) Lavar louça: preciso explicar este item?

Mas é isso aê... cozinhar é uma arte bacana... quem sabe com o tempo não vou pegando gosto, jeito e prática... mas já vi que vou precisar de uma lava-louças!

E vocês? Contem suas experiências na cozinha pilotando o danado do fogão!!!

P.S.: Havia me esquecido do fogão... depois da fritura dos bifes, o mesmo ficou IMUNDO!! kkkk

E vamo que vamo!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Jogo dos 7 sintomas!

Bom dia!

Como escrevi no último post, já estou morando sozinho e já começaram os perreios! rs
Ontem, quando estava tomando banho pra ir trabalhar... sentir que o nível da água dentro do box estava um pouco alta... quando olhei pro ralo, a tampa dele já estava flutuando como um navio dentro do box... e ele todo entupido! Como eu precisava trabalhar, fechei o chuveiro e corri pro outro banheiro pra tirar a espuma da cabeça e pedi pra um encanador ir la depois ver... O problema era que o resto da obra da reforma do banheiro tava tudo dentro do ralo... maldito pedreiro porco!

Mas tudo bem... e vamos ao post de hoje!

Quando a gente começa a morar sozinho, ainda leva um bom tempo até nos acostumarmos com essa nova vida e até que isso aconteça, nós passamos por situações engraçadas e começamos a transparecer alguns sintomas. Abaixo, relato 7 sintomas que sinto nestes poucos dias de vida nova:

1) Você presta atenção nos barulhos: Isso é fato! Agora que você está sozinho em casa e desde que não faça tanto barulho, você começa a prestar atenção em ruídos antes despercebidos. Não sabia que a geladeira fazia tantos sons diferentes... ela liga, desliga, escorre água e por aí vai. A TV faz um barulhinho quando mudo de canal e etc.

2) Você não janta: É duro chegar em casa do trabalho e ainda ter disposição pra fazer uma janta. Tô falando de janta mesmo... e não miojo, pizza, hamburguer. Imagina, trabalhar o dia todo, chegar em casa e fazer aquele arroz branco com filé grelhado e salada de alface. É... dá até água na boca, mas a preguiça sempre acaba vencendo.

3) Você só come besteira: É preciso estar muito empolgado e disposto pra fazer uma comidinha mais saudável. Pra nós que moramos sozinho, o tempo urge e a caravana passa! Nestas horas entram os miojos, pão com qualquer coisa, congelados, lig-pizza e afins. Claro, existem coisas fáceis de preparar e mais saudáveis que tudo isso, como por exemplo, um bom sanduíche com pão integral, alface, peito de peru e maionese light! Mas diga lá: uma boa pizza é sempre bom, né não!?

4) Você evita o máximo de sujeira: Quando eu como algo que preciso sujar um prato, eu praticamente lambo-o no final... raspo tudo com o garfo de modo que fique o mínimo pra eu tirar depois na hora de lavar... Garfo, faca, colher... já fica um de cada dentro da pia... uso sempre eles. A mesma faca que passou requeijão no pão de manhã vai cortar o bolo de chocolate a noite! Beber água? Tenho minha garrafa na geladeira... bebo no bico!

5) Quando suja, limpa rápido: Pois é... quando algo suja, procuro limpar imediatamente. Porque eu sei que se passarem 10 minutos, aquela sujeira vai ficar por um bom tempo ali...

6) Organiza as coisas na hora: Mesma coisa do item 5... se deixou pra depois... deixou pra sempre!


7) A TV vira sua amiga:
Quando se mora sozinho, automaticamente você cria uma nova-melhor-amiga: a TV! Sem percerber, você automaticamente começa a conversar e interagir com ela. Quando o juiz rouba teu time, você o chinga, grita, esperneia e tem vontade de tacar o chinelo na TV (mesmo que ela não tenha nada a ver com a história e ainda lhe dará um prejuízo danado - calma... eu não fiz isso!), quando aparece aquela mulher maravilhosa na TV você logo solta: "Nossa... que gostosa!", como se a TV fosse aquele seu amigo sentado na mesa de um boteco. Quando passa uma reportagem revoltante, como por exemplo a de um politico roubando dinheiro publico (ou seja, diariamente) você começa a expor sua raiva, indignação e ainda tece comentários a respeito da reportagem como se estivesse numa roda de discussão.


Bom, acho que por enquanto é isso! Caso eu descubra, ou perceba mais alguma coisa, volto a postar!

E você? Se identifica com algum dos sintomas acima? Tem um diferente pra nos contar? COMENTE!

Abraços a todos e VAMO QUE VAMO!!!

domingo, 22 de março de 2009

Enfim, mudei!!!

Então... depois de um bom tempo sem postar... Voltei!

Estava sumido pois estava terminando os detalhes pra minha mudança, afinal!

Dentro deste tempo, algumas coisas foram feitas no apê: a cortina foi colocada, o rack foi montado, alguns quadros pendurados...

Depois de tudo isso... é chegada a hora!
Resolvi então que no sábado, dia 21/03/2009 eu traria minhas roupas pra finalmente mudar de vez...rs!

Pois bem... trouxe toda a roupa durante o sábado a tarde... Eu parecia um retirante... andando pra baixo e pra cima com um monte de roupa nas mãos...



Algumas coisas se foram (lembram do meu último post quando eu disse que era importantíssima a data de validade dos produtos? Pois então!). Claro que minha mudança era pra ser antes... mas como não deu, tive de me desfazer de algumas coisas que estava na geladeira, tais como: os tomates que já estavam parecendo kiwis de tão marrom... a salsicha que parecia quiabo de tão melada...
Mas também tinha coisa vencida que me arrisquei a provar... o danone de 1 litro por exemplo. Abri a garrafa e dei uma golada... Poxa... o gosto ainda era normal (aparentemente)! Então tomei... TUDO! O máximo seria uma dor de barriga... (ou ainda será! rs).

Saí a noite e depois da balada vim pra casa, dormir a primeira noite...
Como cheguei em casa com uma fome canina... já abri o freezer e saquei aquela deliciosa lasanha congelada que só o meu microondas sabe preparar... E como um bom descendente de italianos, lá estava eu comendo massa às 5h da manhã!

Meio-dia! Hora de acordar... fui pro banho e depois almoço na casa da vovó! Voltei pra casa a tarde e fui montar meu Homer Theater e meu videogame, ao mesmo tempo que assistia a vitória do meu time (Corinthians 1 x 0 Santos).

Como ainda não tenho sofá, improvisei. Enchi meu colchão inflável e coloquei na sala.

Jantar? Xi... isso ainda não tem por aqui não... então o jeito foi comer algumas tranqueiras que fui caçando nos armários. É, já dá pra notar alguns hábitos de quem mora sozinho.

Liguei meu notebook e estou escrevendo este post!

Ainda tá tudo meio estranho... não vejo mais ninguém ao redor... não ouço as vozes das pessoas com quem eu morava... mas como tudo nesta vida é questão de costume e hábito, espero me adaptar logo!

Bom, por hoje é isso... agora sim começa minha saga. Terei muitos posts a fazer, dúvidas pra tirar, histórias pra contar, enfim, o dia a dia de um ser se virando "sozinho".

Abraços a todos e, agora sim...

...VAMO QUE VAMO!