segunda-feira, 28 de março de 2011

Insectos

Bom dia gente!

Depois de um bom tempo sem postar, estou de volta!

O trabalho tem me deixado um pouco (ou muito) sem tempo e por isso dei essa sumida. Mas depois de receber um e-mail pedindo pra que eu voltasse a escrever, resolvi arrumar um tempinho pra atualizar o blog! A pessoa que me enviou o e-mail sabe que me refiro a ela, pois só recebi UM e-mail pedindo isso... hahahaha!

Negócio é o seguinte: todo mundo do mundo teve, tem e terá problemas com insetos. Seja na praia, na fazenda, numa casinha de sapê ou até mesmo na sua própria casa!

Eles estão por toda a parte, e sinceramente, tirando o fato de encherem o saco, não sei quais outras finalidades os insetos podem ter em nossas vidas. Inevitavelmente, algum inseto entrará na sua vida e você vai perder bons minutos e paciência para espantá-lo ou exterminá-lo. Como diz aquela frase: "Em boca fechada não entra mosca", pode ter certeza que "Com a janela aberta, entrará um bicho!". Isto é fato!

Não sou adepto em colocar aquelas telas nas janelas, até porque moro em apartamento e não ficaria muito legal... Sem contar a porta da sacada, onde não teria como eu fazer muita coisa pra evitar os visitantes indesejáveis! Fora isso, tenho alguns recursos básicos para estar preparado. Coloquei aquelas armadilhas pra baratas nos cômodos (sinceramente, alguém algum dia, já viu uma barata cair naquilo???) e inseticida em casos de emergências.

No dia a dia, por ficar com a TV e a luz da sala ligada, vários insetos adentram o cômodo e ficam dando cabeçadas na lâmpada. Muitos morrem ali mesmo e depois só tenho o trabalho de limpar o lustre onde eles ficam depositados. Esses pequenos insetos tudo bem, o problema é quando as donas baratas resolvem surgir do nada! Moro no quarto andar e não sei como as danadas chegam lá! Incrível! Tenhos duas histórias sobre estas baratas, que não se chamam Kafka, muito menos as encontrei na cozinha:


BARATA 1
Estava sentado no sofá, tranquilamente, com a porta da sacada aberta. Quando de repente ouço e sinto um barulho similar à um bater de asas, cujo o vento produzido até desmanchou meu cabelo. Olho pro lado e lá estava ela, repousada na almofada. Por minha sorte, ela possuía um crachá escrito "Barata", senão eu pensaria que fosse um pardal pelo tamanho dela. Bom, não tinha como eu dar uma chinelada nela senão ia sujar a almofada, sofá e cia... Percebi que ela estava concentrada, talvez assistindo televisão. Saí de fininho e busquei o inseticida. Dei uma borrifada. Ela nem se mexeu! Voltei a borrifar e dessa vez gastei quase meio tubo do baguio. Ela então saiu em disparada. Meio tonta, corria desesperada. Eu só esperando ela se cansar pra enfim, dar-lhe uma chinelada mortal. Foi então que ela teve a brilhante idéia de entrar debaixo do sofá! Que ótimo! Ela devia saber o trampo que eu teria pra tirar aquele sofá do lugar... E assim foi. Mas enfim, ela teve o fim que merecia!


BARATA 2
Essa barata foi impressionante! Eu estava no banheiro mijando, quando vejo um vulto passando pelo chão. Foi muito rápido. Terminei, dei descarga e quando estou saindo do banheiro, eis que surge! Ela saiu debaixo do armário do lavatório (e olha que ali embaixo tem a tal armadilha) e veio na minha direção. Eu fui afastando de costas e não pude pisar nela pois estava descalço e o resultado não seria agradável. Eu afastando e ela correndo... e sua velocidade era tão grande que ela chegava a empinar e correr somente nas patas traseiras. Se não fosse pelas antenas e asas cascudas para identifica-la, pensaria eu que fosse uma lebre! Quando enfim consegui sair do banheiro, ela parou de me seguir e foi pro meu quarto. Só que ali não é um bom lugar pra ela. Não tem onde ela se esconder. Tenho apenas a cama e um apoio pra TV no quarto. Deixei-a ali e corri pegar o inseticida (santo inseticida)... e lá se foi a outra metade do tubo!

Bom, como puderam perceber, as baratas tem uma sina comigo. E além disso, ando percebendo que as aranhas também estão de marcação. Minha casa está aprecendo o set de filmagem de "Aracnofobia 2". Não canso de acabar com as teias e ovos nos cantos da casa, e logo depois, lá estão elas de novo!

Sobre as formigas... vou deixar pra um próximo post, porque essas danadas me dão uma dor de cabeça do caramba! Malditas sejam as formigas!!!

E vocês? Sofrem com este mal também? Como lidam com isso?

Pensei em comprar aquele inseticida automático, que você põe na parede e ele dispara de tempos em tempos, que nem aquele Bom Ar. Será que vale a pena?

Enquanto isso, vamos na base do inseticida em tubo e chineladas mesmo!

E vamo que vamo!


Abraços e até breve! (breve!?)