quinta-feira, 2 de maio de 2013

Olha o reparo de novo aê, gente!

E aê cambada!

Logo no começo do blog, comentei sobre o tal reparo do registro do chuveiro, onde tive de comprar um pra colocar no meu apartamento. Pois bem, eis que o tal reparo impiedoso reaparece em minha vida. hehehehehe!

Pinga ni mim!
Quem é que nunca teve problema com chuveiro que fica pingando mesmo depois de fechado??? Pois é... quando você mora sozinho, não adianta empurrar o problema com a barriga, ou melhor, neste caso, puxar a água com o rodo... Ninguém vai ver o problema e consertar pra você. Você terá de fazer isso, ou chamar alguém pra fazer (se alguém conhecer, favor indicar! ahuahuaha).

De cara, achei que o registro não estivesse fechando direito, claro! Fui na loja e comprei outro. Mas, como um leigo, comprei apenas o reparo (aquela peça metálica que você gira pra abrir e fechar) do registro. Tirei o velho e vamos colocar o novo. Não cabe! Como não cabe? Não são padronizados, mudando apenas a maldita aparência? Bem vindo ao mundo dos registros, reparos e afins! Vi que o parafuso que prendia o bendito, não alcançava no buraco que ele deveria entrar. O acabamento que fica encostado na parede, também era ligeiramente menor que o anterior e deixava aparente o buraco no azulejo. Que beleza! Que alegria! A solução foi fazer um bem bolado, também conhecido como gambiarra! Tive de juntar algumas partes do acabamento anterior com o novo pra ficar tudo certo. Ok... montei o Frankstein e fui testar. Abri o registro e a água saiu pelo chuveiro, como deve ser. Vamos fechar... ok, fluxo de água diminuindo, diminuindo e... caralho! O registro deu uma volta em falso e o fluxo de água aumentou. Continundo o giro, água diminuindo e outra vez a volta em falso. Puta merda! Meu Frankstein ficou capenga! Vamos com calma... girar o registro até achar que fechou. Fiz isso, mas os pingos continuaram. Não adiantou nada trocar o baguio!

Melhor voltar na loja e perguntar pra alguém sobre o que fazer.... claro que neste meio tempo, se passaram uns 2 meses... É a preguiça!

Depois de fazer umas rápidas pesquisas na internet, voltei a loja. Fui direto nos tais reparos e me achando o expert no assunto, cheguei no vendedor questionando:
- "Estou com meu chuveiro pingando sem parar, e pelo visto é problema no reparo que não fecha direito. Este aqui é o padrão para eu trocar?".
Ele pegou o reparo da minha mão e disse:
- "Seria o padrão se você fosse arrumar sua torneira!".
Toma sabichão! Fica vendo vídeos na internet e acha que domina o assunto!!!
Bondoso, o vendedor prosseguiu me explicando:
- "Quando um chuveiro fica pingando, provavelmente é a borracha de vedação que está desgastada. Basta trocá-la.", disse ele, me entregando um pacotinho com a tal borracha.

Algo parecido com isso.
Olhei aquela borracha (também conhecida como carrapeta), tentando imaginar onde ela entraria, já que nunca a tinha visto na vida! Desisti e perguntei: "Como se troca isso!?". E o vendedor me explicou que eu deveria desmontar o registro tirando o acabamento e o tal reparo... e lá estaria a borracha.
Pensei: "Mole pro gato!!!". Comprei uma chave de boca e um alicate pra me ajudar na empreitada e fui pra casa.
Lá chegando, já fui de cara tentar resolver meu problema. Tirei o acabamento do registro e... e... e que está impossível de tirar o reparo!!! O azulejo está um pouco a frente da rosca do mardito e não consigo chegar até ela com a chave ou alicate... e aqui começa meu maior dilema: O que fazer, meu Deus do céu!???

Pelo que vi, existem outras possíveis causas para o problema e com isso, tenho algumas possibilidades:

1) Meter o martelo em tudo pra conseguir desrosquear o reparo e depois chamar um pedreiro pra arrumar a parede;
2) Tentar comprar alguma ferramenta que facilite o desrosqueio sem quebrar nada;
3) Verificar se o problema não está na mangueira do chuveirinho, que pode estar com pressão;
4) Verificar se o problema não está no próprio chuveiro;
5) Se foda o chuveiro, vou tomar banho de balde todo dia.

Pois é, dentre estas 5 possibilidades, fico confuso em escolher e fazer uma delas. Por isso, creio que partirei para uma sexta possibilidade:

6) Chamar alguém que entende pra fazer o que tem de ser feito.

Pronto. A pessoa sabe o que de ser feito (ou pelo menos, deveria saber) e já tem as ferramentas e acessórios necessários pra deixar a coisa funcionando perfeitamente. Ou quase isso! rs

É isso aê pessoal... Mais um drama da minha nada mole vida e, meu chuveiro continua lá...agora sem pingar, porque o registro geral do banheiro está fechado! hahahahahaha...

Vamo que vamo minha gente!

Ps.: Em tempo, vou seguir a recomendação deste blog e ver se no meu caso também da certo. Afinal, vai que...

3 comentários:

  1. ai ai, to aki rindo até agora da historia ilaria do chuveiro. Putz estou c esse mesmo problema, mas ainda não me atrevi a resolver. Troquei o chuveiro, mas não resolveu o caso.
    Acho q um pedreiro dá conta do recado...
    Problema... eles não vem qdo vc chama... ai q ódioooo.

    Bom final de semana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Caro Daniel, estou com o mesmo problema.. só que eu chamei logo o pedreiro e de cara ele disse: Isso aí não tem jeito não, vou ter que quebrar tudo, daí eu pensei: Nossa, esse cara é bom mesmo, ele nem tocou em nada e já foi dando o veredicto, mas estava tudo bem até ele falar o preço dessa brincadeirinha.. nada menos que R$ 450,00 =/ e aí as coisas ficaram estreitas.. hoje ao conversar com uma pessoa que entende do assunto, ele disse que pode ser essa tal da carrapeta que esta desgastada, ele me emprestou algumas ferramentas e me deu uma carrapeta nova, enfim, hoje pode ser a solução de tudo ou o fim trágico.. se não resolver vou optar pela sua opção 5) Se foda o chuveiro, vou tomar banho de balde todo dia hahahaha, boa sorte pra mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk realmente, qualquer reforma, por menor que seja, causa um transtorno tremendo... além do valor da mão de obra hoje em dia! Mas e aí? Qual foi o desfecho? Conseguiu trocar só a carrapeta? Boa sorte aí!

      Excluir